All posts by Rafael

Dicas de como estudar português para concurso

portugues-para-concurso

Língua portuguesa é uma matéria essencial em um concurso público, que irá te ajudar a interpretar e responder as questões corretamente, além de te ajudar a tirar uma boa nota na redação.

Português para concurso se divide em duas partes, saber interpretar bem o texto, e entender de gramática.

Em concursos públicos caem várias questões de português, nas mais diversas áreas. Como interpretação de texto, tipo textual, figuras de linguagem e advérbios.

Nesse artigo iremos focar nessas 4 áreas, mas se você tiver interesse em um artigo mais completo, contemplando mais de 15 áreas da língua portuguesa, eu sugiro que leia esse artigo http://comoestudarparaconcurso.net/portugues.

4 áreas importantes que caem nas provas para concurso

Interpretação de texto

A interpretação de texto é uma disciplina fundamental, que irá te ajudar não apenas nas questões de português, mas sim em todas as questões que envolverem leitura.

A interpretação de texto é focada em 5 pilares, a identificação onde você deve encontrar a ideia principal do texto, a comparação onde você deve olhar as semelhanças e diferenças no texto, comentar onde você tenta fazer o texto fazer parte da realidade, resumo onde você elenca as palavras chaves do texto, e o parafraseamento onde você reescreve o conteúdo.

Tipos de texto

Além da interpretação de texto, outro assunto que aparece com frequência em provas de concurso, são os tipos textuais. Esses são os 3 tipos de texto principais:

  • Narrativo: É um texto que conta uma história, tem alguém que narra, personagens, e acontecimentos.
  • Descritivo: Descreve uma personagem, retrata uma cena, ou objeto, só que sem colocar emoção no texto, apenas mostrando os fatos.
  • Dissertativo: É o tipo de texto cobrado na redação, onde você deve argumentar sobre determinada temática, mostrando opiniões, valores e raciocínios.

Figuras de linguagem

Figuras de linguagem servem para tornar uma expressão mais expressiva, utilizando termos que fogem da realidade.

Como exemplo de figura de linguagens temos a perífrase: A cidade que nunca dorme (Nova York), o Pai da Revolução Cubana (Fidel Castro), o rei do reggae (Bob Marley), o poeta dos escravos (Castro Alves), a terra da garoa (São Paulo).

A sinestesia é outro exemplo de figura de linguagem, só que mexe com os sentidos do corpo humano (audição, olfato, paladar, tato e visão). Exemplos: Falou comigo friamente (tato), o olhar dela falou comigo (visão), a dança dela tem gosto de chocolate (paladar).

Advérbios

Advérbios são palavras que colocam sentido em uma expressão verbal. Exemplos:

    • Eu cheguei tarde a reunião do Grêmio Estudantil (tempo)
    • Tiago mora perto do Mercado Municipal (lugar)
    • Olívia nunca me amou (negação)
    • Leandro é um funcionário que trabalha pouco (intensidade)

 

Curso Boca Rosa ou Curso Juliana Goes? Veja nossa dica

cursos-de-maquiagem

Curso Boca Rosa, ou Curso da Juliana Goes? Se você é mulher, e apaixonada por maquiagem, já deve ter se feito essa pergunta algumas vezes. Afinal o curso de ambas é muito bom, e tem um ótimo custo benefício.

Pra escolher um deles, você tem que primeiro identificar qual é a sua intenção com um curso. Afinal eles são bons, mas não são para o mesmo público.

O curso da Bianca Andrade é voltado para quem deseja empreender com maquiagem, se tornando uma maquiadora profissional, e trabalhando em eventos, festas de formatura, casamentos, etc.

O curso da Juliana Goes, é voltado para quem deseja aprender a se maquiar sozinha, e mesmo vendo várias vídeo aulas na internet, ainda não tenha aprendido a se maquiar corretamente.

Conteúdo de cada um dos cursos

No curso da Bianca você irá aprender onde trabalhar, como e quanto cobrar, como conseguir arrumar clientes, quais materiais são necessários para começar o seu negócio, maquiagem para fotografia e vídeo, além de maquiagem para o dia e para noite.

No curso da Juliana você irá aprender a montar a sua bolsa de materiais, como cuidar da pele corretamente, quais são os materiais que você não pode esquecer de comprar, como preparar a pele, além de te mostrar como higienizar a pele e os materiais.

E como adquirir os cursos?

Para adquirir os cursos basta clicar aqui, ambos custam 39.90, ambos tem garantia de 30 dias, você pode comprá-los a vista no boleto, ou parcelando em até 4 vezes no cartão. E ambos te oferecem certificado de conclusão de curso.

Mas e se eu não puder adquirir um dos cursos agora?

39.90 é um custo bem barato, mas pode acontecer de você não ter esse valor, e é ai que surge a pergunta: Como aprender maquiagem sem investir em um curso online?

Pra quem deseja aprender maquiagem apenas para aplicar em si é fácil, afinal de contas, se a maquiagem ficar ruim, você não irá perder dinheiro, nem clientes, e nem a sua reputação.

Já se você deseja aprender maquiagem para trabalhar, pode ser algo mais difícil, afinal você irá precisar de pessoas para testar as técnicas aprendidas, o que pode ser difícil.

Pra ambas as situações, eu recomendo assistir canais no Youtube, existem várias, como você pode ver nesse artigo do BuzzFeed.

As mais conhecidas são: Bruna Tavares, Camila Coelho, a própria Boca Rosa, Camila Nunes, a própria Juliana Goes, Claudinha Stocco, Vic Ceridono, Bruna Malheiros, Julia Petit, além da Alice Salazar.

Todas elas te ensinaram coisas úteis, como diversos tipos de maquiagem, onde comprar materiais, como higienizar os materiais, cuidados com a pele, maquiagens exóticas para dadas comemorativas. Que pode ser bem útil, se você quiser apenas se auto maquiar.

Agora se você desejar empreender com maquiagem, precisará de algo mais. Precisará entender de negócio.

Por isso aqui vão algumas dicas: Procure ler sobre como atrair clientes, como cuidar do seu material, quanto cobrar, como agregar valor ao seu produto, como fazer as clientes voltarem a te contratar, etc.

Abaixo eu recomendo um vídeo do Guia do Maquiador, que mostrá como conseguir clientes em 5 dicas, se esse é mesmo o seu sonho, eu sugiro que assista esse vídeo, e os outros postados no canal. Sucesso 🙂

 

Dicas para combater a queda de cabelo

calvicie

Calvície é um problema sério, que acaba com a auto estima de qualquer um, principalmente dos homens, onde esse problema é mais frequente.

A primeira dica para combater a calvície, é identificar porque você sofre com esse problema, as causas são diversas, e é bom que você saiba qual delas está te deixando careca.

A calvície pode ser decorrência de um problema hormonal, de algum problema de saúde, como tireoide, infecções no couro cabeludo, doenças de pele, e até mesmo alopecia.

Se você sofre de algum dessas doenças (câncer, depressão, problemas no coração, artrite e pressão alta), e toma remédios para elas, essa também pode ser a causa da sua queda de cabelo.

Outro motivo bem comum da queda de cabelo é o stress, ou seja, se você passa por muita pressão no trabalho, escola, ou em casa, talvez seja a hora de mudar a sua rotina, para assim parar de perder seus fios.

Uma das causas da queda de cabelo é o DHT, um hormônio que além de causar a calvície, também gera problemas na próstata. Você pode saber mais sobre ele nesse artigo http://cursosdanet.com.br/programa-de-reconstrucao-capilar-do-janio-fagundes/.

Dicas para combater a queda de cabelo

Se você utiliza produtos para o cabelo, eles podem ser os causadores da sua calvície, e talvez você nunca tenha se tocado.

Produtos para cabelo, geralmente contém diversas composições químicas, que podem fazer mau para o seu cabelo.

Por isso é importante reduzir o número de produtos utilizados, bem como procurar produtos mais suaves, de preferência com origem natural.

Não utilize produtos que contenha álcool, porque produtos a base de produto, geralmente ressecam e danificam o cabelo.

Evite também produtos que deixem o seu cabelo pesado, pois caso isso aconteça, você terá que utilizar um produto a base de álcool, que não é recomendado.

Cuidados com o cabelo

  • Troque a escova pelo pente
  • Evite utilizar produtos que esquentam seu couro cabeludo, prefira secar o seu cabelo de forma natural.
  • Evite usar produtos que modelem o cabelo, pois geralmente eles são a base de calor, e o calor danifica o cabelo.
  • Evite puxar o seu cabelo, escolhendo penteados que não exerçam muita pressão sobre o couro cabeludo.

Mudando a sua dieta

Identificar a causa da sua queda de cabelo, e começar a cuidar melhor do seu cabelo, são os dois primeiros passos.

Para tratar a sua calvície, isso não é o bastante, você deve prestar muita atenção a sua dieta, preferindo alimentos que ajudem o seu cabelo.

Coma mais proteína, como peixe, carne de frango, carne de porco, e carna bovina.

Coma leguminosas, como feijão, lentilha, grão de bico. Além de comer produtos a base de leite, como queijo, iogurtes, etc.

Como alimentos que contenha omega 3, como peixes (salmão, sardinha), além de nozes e abacates.

Para suplementar a sua alimentação, também é interessante tomar suplementos a base de vitamina B, você pode encontrar essa vitamina no fígado e folhas verdes (rúcula, acelga, alface, etc).

Dicas para fazer uma monografia

monografia

Fazer uma monografia é fácil, neste artigo nós iremos te mostrar como fazer uma monografia passo a passo, seguindo 6 dicas matadoras.

As dicas vão envolver escolha do tema, pesquisa, declaração de tese, esboço inicial, escrita da monografia, e treino para a apresentação.

Antes de dar as dicas, eu preciso te dar dois conselhos. O primeiro é para não comprar monografias de terceiros, e o segundo é para começar a sua monografia o mais rápido possível.

E porque não é recomendado comprar um trabalho pronto? Mesmo que o trabalho seja impecável, e a pessoa realmente saiba sobre o que está escrevendo, é muito negativo, pois na hora da apresentação você pode acabar não compreendendo todo o tema.

Por isso é importante, que você comece a fazer a sua monografia com antecedência. Além de fazer um trabalho melhor, você conseguirá dominar todo o conteúdo, facilitando assim a defesa da sua tese.

Se mesmo após as dicas passadas aqui nesse artigo, você ainda estiver com dúvidas, recomendo que você acesse este site, e confira as dicas contidas nele: http://comofazerumamonografia.net

5 passos para fazer uma monografia perfeita

Antes de mostrar os 5 passos, eu gostaria de reforçar a dica de começar a sua monografia mais cedo, de preferência 1 ano antes, e se possível ir estudando sobre possíveis temas, desde o ingresso na faculdade.

Passo 1) Faça uma pesquisa ampla a respeito do tema da sua monografia

Escrever a sua monografia, antes de fazer uma pesquisa detalhada, não é algo recomendado e nem interessante.

Antes de começar a fazer o seu primeiro esboço, tenha a mente aberta, e leia diversos autores, e diversas fontes sobre o tema proposto, indo desde revistas especializadas, conteúdos na web, até entrevistas, e podcasts.

Passo 2) Saiba bem qual será a sua declaração de tese

A declaração de tese é a ideia principal do trabalho, aquela parte do conteúdo que você possa defender com prazer e com firmeza.

Por exemplo, digamos que a sua monografia tenha ligação com a pobreza no Brasil, e que você saiba que o grande causador de pobreza é o governo, essa pode ser a sua declaração de tese: Convencer a banca de que o governo é o causador da pobreza.

É importante que você saiba uma coisa, a declaração de tese não é algo pronto, assim como a sua pesquisa, tenha a mente aberta, e sempre acrescente mais informações a ambas, conforme for desenvolvendo a sua monografia.

Passo 3) Comece a rabiscar a sua monografia

Pesquisa pronta, e declaração de tese concluída. É chegada a hora de começar a escrever a sua monografia, lembrando que inicialmente você deve fazer um esboço, e não a monografia em si.

Um bom esboço deve conter uma introdução, parágrafos de discussão e conclusão, parágrafos descritivos, parágrafos de argumento, bem como perguntas pendentes, e que você ainda não tenha a resposta.

Passo 4) Comece a escrever a sua monografia de verdade

Com o esboço feito, você deve começar a redigir a sua monografia, e para isso você deve começar fazendo a introdução da sua monografia.

O parágrafo introdutório deve manter o leitor preso a monografia, se possível utilize um questionamento, ou citação de um autor reconhecido acerca do tema que você está dissertando.

Em seguida você deve colocar o seu tema sobre a mesa, de forma clara e simples, para que não haja dúvidas para o leitor, em seguida você deve declarar a sua tese.

É importante que você entenda, que monografia é uma forma de mostrar algo para a banca, por isso relacione conteúdos reais, com a questão que você está explanando.

E por fim você deve concluir a sua monografia, reapresentando a tese, concluindo com um resumo, e encerrando, de preferência colocando uma citação para o leitor pensar sobre o tema.

Passo 5) Treine para apresentar a sua monografia

A apresentação de uma monografia, a parte que deixa os concluintes da faculdade com mais frio na barriga. Afinal de contas apresentar um trabalho já é difícil, e quando ele significa o certificado de conclusão da universidade, a sensação é mais desgastante ainda. Por isso siga essas dicas de apresentação de monografia:

  • Tente apresentar o seu trabalho em até 20 minutos, tomando cuidado para não falar rápido ou devagar demais, evite utilizar gírias, e fale de formalmente.
  • Mantenha a postura correta, gesticule sempre que puder, ande de um lado para outro na sala, olhando e falando nos olhos do mediador da banca.
  • Domine o conteúdo para mostrar que sabe sobre o que está falando. Por isso revise o conteúdo sempre que puder.
  • Tome cuidado com os slides, não coloque muito texto, coloque apenas o tópico principal, para não se perder na apresentação.
  • Tenha um roteiro de apresentação em mãos, com introdução, desenvolvimento e conclusão.

 

Dicas para jogar na lotofácil (Veja como acertar)

como-acertar-na-lotofacil

Procurando dicas para jogar na lotofácil? Chegou ao local exato meu rei, nesse artigo irei te mostrar como acertar na lotofácil, seguindo dicas fáceis e práticas.

Mas pra começo de conversa, o que é a Lotofácil? É um jogo das Loterias Caixa (Caixa Econômica Federal), onde você é premiado se acertar de 11 a 15 números.

As premiações de 11 a 13 números não valem muito a pena, pois pagam um valor fixo, de 2 a 20 reais. No entanto ela é mais fácil de acertar, fazendo com que você consiga recuperar o dinheiro apostado com facilidade.

Já se você acertar 14 ou 15 números, a situação muda de figura, podendo você pagar alguma conta atrasada, fazer um churrasco, ou até mesmo mudar de vida, se tiver a sorte de acertar todos os números.

Quer um curso completo sobre como jogar na lotofácil? Eu recomendo o Guia Acerte na Lotofácil, que você pode adquirir nesse site: http://comojogarnalotofacil.net

Quais foram os últimos prêmios para quem acertou 15 números?

  • Premiação 02/12/2016 = 985 mil reais
  • Premiação 30/11/2016 = 852 mil reais
  • Premiação 28/11/2016 = 668 mil reais
  • Premiação 25/11/2016 = 1,795 mil reais
  • Premiação 23/11/2016 = 943 mil reais

Como você pode ver as premiações são bem generosas, passando facilmente dos 500 mil reais, e ultrapassando até 1 milhão de reais, ou seja, vale muito a pena jogar na lotofácil, com o objetivo de acertar todas as dezenas.

Dicas para acertar na lotofácil

Acertar na lotofácil não é um bicho de sete cabeças, pois você tem 15 números para apostar de 25 números, isto significa que você precisa identificar apenas 10 números que não vão cair para ganhar a bolada.

Se você quiser acertar 11 números, precisa identificar 6 números. Para acertar 12 números precisa identificar 7 números. Para acertar 13 números precisa identificar 8 números, precisa identificar 9 para acertar 14, e 10 para acertar 15 números.

E pra isso você não pode contar com a sorte, você precisa seguir dicas de como acertar na lotofácil, abaixo eu vou te mostrar as minhas dicas preferidas.

A primeira coisa que você deve saber, é que em média 8, a 9 dezenas do concurso anterior costumam cair no concurso vigente.

Em seguida você deve apostar de 7 a 6 dezenas que não caíram no concurso anterior, de preferência escolha dezenas que caem com mais frequência, dessa forma suas chances de acertar aumentam.

 

O que estudar para o Enem? Dicas de como estudar 

dicas-enem

O que estudar para o Enem? Como saber quais conteúdos irá cair no próximo exame? Como estar preparado, para conseguir responder a maioria das perguntas, e garantir um ingresso em uma boa universidade pública?

Você terá todas as respostas nesse artigo, mas antes preciso dizer uma coisa: Saber o que irá cair na prova do Enem não é difícil.

Pode parecer estranho pra você, mas os conteúdos que caem no Enem são de domínio público, e estão disponíveis na internet.

É claro que você não terá o enunciado da questão em mãos, mas pode saber o que estudar, e o que deixar de lado, aproveitando assim melhor o seu tema. Para obter mais informações sobre como estudar para o enem, acesse esse website: http://comopassarnoenem.net

Antes de tudo é preciso que você conheça quais são os quatro pilares do Enem:

  • Linguagens, códigos e suas tecnologias
  • Ciências da natureza e suas tecnologias
  • Ciências humanas e suas tecnologias
  • Matemática e suas tecnologias

As matérias que envolvem mais interpretação de texto caem no primeiro dia. Já as que envolvem cálculos matemáticos e informações referentes à química e biologia caem no segundo dia.

A primeira coisa que você deve saber, antes de procurar o que estudar pro Enem é saber quais são as suas habilidades.

Ou seja, é bom com leitura, gosta de escrever, tem raciocínio crítico? Então foque nas matérias do segundo dia. Agora se é bom com números, e entende de biologia, foque nas ciências humanas e em língua portuguesa.

O que cai em cada um dos quatro pilares do Enem?

Linguagens, códigos e suas tecnologias: Conteúdos sobre o modernismo, é interessante ler livros de atores desse período, principalmente em conteúdos que envolvem aspectos sociais, e o cotidiano.

Além disso, cobrasse comparações entre tipos de textos, linguagem formal e informal, classes de palavras e sintaxe.

Ciências humanas e suas tecnologias: Estude sobre os movimentos sociais, como o movimento feminista, movimento ambientalista, movimento trabalhista, movimento estudantil, movimento agrário, etc.

Estude sobre os impactos da tecnologia nos meios de produção, sabendo identificar se elas causam desemprego, ou se causam oportunidades, devido aos produtos ficarem mais competitivos, e surgirem novas profissões, decorrentes da modernização das tecnologias.

Leia sobre o papel do cidadão na sociedade, seus direitos e deveres, quais são os problemas das cidades, como anda a situação na zona rural atualmente, como está a relação do homem com o meio ambiente.

Ciências da natureza e suas tecnologias: Moléculas, celulas e tecidos. Hereditariedade e diversidade, Identidade dos Seres Vivos, Ecologia e Ciências Ambientais, além da qualidade de vida do ser humano.

Matemática e suas tecnologias: Funções. Cálculo de área, volume e perímetros. Seno, cosseno e tangente. Probabilidade, Análise Combinatória, além de Progressão Aritmética e Geométrica.

Como estudar para o Enem?

Como eu disse no início do artigo, saber o que estudar para o Enem é a parte fácil. Agora como estudar para o Enem é que é a parte difícil.

Antes de explicar o passo a passo com dicas para estudar para o Enem, eu preciso listar algumas coisas que você deve fazer:

  • Estudar com antecedência, e não deixar conteúdos acumulados para a última hora.
  • Responder o máximo de exercícios, de edições anteriores que puder.
  • Cuidar do corpo, se alimentando corretamente, fazendo exercícios e curtindo a vida.
  • Ler, interpretar, e escrever o máximo de conteúdo que puder.

Porque começar a estudar para o Enem com antecedência?

Isso pode parecer estranho para você, mas estudar apenas 3 meses para o Enem, não é tempo suficiente, mesmo que você se dedique todos os dias, algumas horas por dia.

E porque digo isso? Primeiro por uma questão lógica, o Enem é uma prova bem complexa, que envolve várias áreas, várias conteúdos, e que tem questões distintas.

O segundo é devido ao péssimo nível da educação no Brasil, e se você for aluno de escola pública, três meses de estudo não serão suficientes. Mas qual é o tempo de preparação ideal?

Seis meses, se você estudar em uma boa escola, e estudar com frequência, pois precisará apenas revisar alguns conteúdos, e passar a estudar novos.

Doze meses, se você estudar em uma escola ruim ou mediana, se não tiver hábitos de estudo, pois precisará estudar uma montanha de conteúdos, e ainda inserir o hábito da leitura em sua vida.

Responder exercícios anteriores é bom pra quem tem pouco tempo

Já foi comprovado por pesquisadores, responder exercícios é uma das formas mais eficientes de estudar.

Pois além de te ajudar, a saber, quais são as questões mais comuns em um vestibular, te ajuda a aprender como matar a charada do enunciado de uma questão, além de saber como interpretar um texto melhor.

E você deve seguir essa dica com afinco, principalmente se seu histórico escolar não é muito bom, e se você tem poucos meses para se preparar.

Ler, interpretar e escrever o máximo que puder

Essa é a melhor dica, para você que tem tempo suficiente, para se preparar para o Enem.

Ler com frequência, saber como interpretar um texto, e escrever bem, são habilidades importantes não somente nos estudos, mas na vida também.

E no Enem você precisará saber como usar as três, leitura e interpretação irá te ajudar em todas as matérias, inclusive na redação. Já a parte de escrever bem é vital para fazer uma redação que agrade a banca.

Para ler e interpretar um texto não tem segredo, você precisa ter o hábito de ler. Além de ler autores específicos, que caem no Enem, como romancistas, autores modernistas, etc. Leia também conteúdos sobre o cotidiano.

A internet é uma ferramenta interessante, pois nela você tem a chance de analisar vários pontos de vista, dessa forma poderá interpretar um texto de forma mais critica.

Agora que você já sabe o que estudar para o Enem, e como estudar para o Enem, não tem desculpas para não se sair bem no exame.

Dica final: Eu recomendo fortemente o treinamento Segredos do Enem, para pessoas de todos os níveis de conhecimento, desde pessoas que precisam estudar vários conteúdos, até aquelas que precisam apenas revisar um texto.